You are viewing miguelwest

Previous Entry

Movimentos Artisticos


 

Um movimento artístico é uma tendência ou estilo em arte com uma filosofia ou objectivo comum, seguido por um grupo de artistas durante um restrito período de tempo (normalmente por alguns meses, anos ou décadas). Os movimentos artísticos foram especialmente importantes na arte moderna, onde cada movimento consecutivo era considerado como vanguardista. Os movimentos quase que desapareceram completamente na arte contemporânea, onde prevalecem o individualismo e a diversidade. 

Os movimentos artísticos parecem ser um fenómeno quase exclusivo da Arte Ocidental. O termo refere-se a tendências em artes visuais e arquitectura, e por vezes literatura.
 
Nomes de Movimentos Artisticos
 
0. Impressionistas - foi um movimento artístico que revolucionou profundamente a pintura e deu início às grandes tendências da arte do século XX.
 
---------------------
 
1. Expressionistas - Movimento de “avant-garde” europeia, o Expressionismo é menos um estilo do que uma corrente que exprime o sentimento existencial de uma jovem geração.
 
2. Cubistas - Pintado entre 1906 e 1907, As Meninas de Avinhão de Pablo Picasso (1881-1973) é considerado o primeiro quadro cubista de grande dimensão
 
3. Surrealistas - O Surrealismo surgiu em Paris no período compreendido entre a Primeira e a Segunda Guerra Mundial. Revoltado com o estilo de vida superficial e contaminado pela ciência da sociedade burguesa – que culpava pelo início da Primeira Grande Guerra.
 
5. Realistas - Este estilo de representação próximo da realidade compreende um vasto espectro de abordagens, como o neo-realismo, o realismo fotográfico, o cool realismo, entre outros.
 
6. Futuristas - 1909 foi o ano da “revolução” futurista em Itália: Marinetti publicou a 20 de Fevereiro o primeiro Manifesto do Futurismo, uma nova fórmula da arte-acção. Durante as três décadas seguintes, vários artistas de diferentes campos culturais reuniram-se com o objectivo comum de renovar a vida social, tomando como ponto de partida os novos desenvolvimentos técnicos e as últimas descobertas científicas.
 
8. Arte Fantástico - Apesar do fantástico estar presente em várias tendências
artísticas (nomeadamente o Surrealismo, o Dadaísmo, entre outras), apenas no século XX se pode considerar a Arte Fantástica como um género independente.
 
9. Pop Arte - Com origem na Inglaterra dos anos 50, é nos Estados Unidos, durante a década de 60, que a Pop Art conhece o seu período mais próspero. Reagindo ao Expressionismo Abstracto, que, a partir dos anos 40, floresce em solo norte-americano e reforça a individualidade do criador através da rejeição dos elementos figurativos, artistas como Andy Warhol (1931-1987) , Roy Lichtenstein (1923-1997) ou Tom Wesselmann (1931) transpõem para o campo da arte a iconografia da cultura popular.
 
10. Minimalistas - No início dos anos 60, vários artistas começaram a expor em Nova Iorque e Los Angeles trabalhos como uma lâmpada fluorescente aparafusada diagonalmente à parede (The Diagonal of May 25, de Dan Flavin) ou placas de metal deitadas no chão (Aluminum-zin Dipole E/W, de Carl Andre).
 
 
OUTROS MOVIMENTOS
 
Pós-impressionistas
Pontilhistas
Fovistas ou Fauvistas
Movimento transrealista
Realismo socialista
Arte Povera
Arte conceptual
Body art
Zazaistas
Happening - Performance
Bioarte
Globalistas ou Pro-globalistas
 Naif
Suprematismo
Raionismo
Ready-made
Nuklé-Art
Op art


 

Comments

( 3 comments — Leave a comment )
cmgarcia
Mar. 23rd, 2009 03:42 pm (UTC)
Movimento Globalistas
Olá Miguel, eu nunca tinha escrito nada sobre os Globalistas, e sinceramente nunca me vi dentro do movimento apesar de agradecer o seu esforço em me englobar no grupo. Acho que não se deve comparar um movimento sem fio condutor comum de artistas às vanguardas do princípio do séc. XX. Tiveram a sua época e foram sempre inovadoras seguindo um objectivo comum (no entanto, estando na alma do artista a inovação permanente, houve muitos que começaram num movimento e evoluiram para outros). Não sei quanto aos outros membros do movimento que criou, mas no meu caso só me perguntou se queria pertencer e eu na minha ingenuidade de estudante de arte, disse que sim sem saber do que se tratava. No sentido antropologico, globalização é algo muito mais complicado do que o que refere nos seus textos, traz muitos prós e contras, muitas duvidas, que não se comparam, por exemplo, aos objectivos que outros movimentos tinham (aliás, não vejo objectivos comuns enquanto grupo, não vejo estilos em comum, só um emaranhado de artistas que querem fazer da arte a sua vida e que se juntaram para ver se dava qqr coisa). Desculpe, o meu comentário mas este texto também é o meu pedido de saída de um grupo para o qual nunca me senti, nem estive dentro. Ou seja, só tive o meu nome lá mas nunca lá estive. Espero que entenda e que também sirva para você melhorar o seu grupo, tentando criar mesmo um movimento a sério, se bem que hoje em dia é muito mais difícil e, talvez, ja não haja tantas razões para o fazer (na minha opinião claro). Obrigada e desculpe o incómodo. Catarina Garcia
yaqepail
Apr. 9th, 2011 11:18 am (UTC)
You were meant to blog. It has inspired me to start my own blog on barrie dentist

nichollweza
Nov. 1st, 2011 10:31 am (UTC)
Beneficial info and excellent design you got here! I want to thank you for sharing your ideas and putting the time into the stuff you publish! Great work!

( 3 comments — Leave a comment )